O que é a lesão do ligamento cruzado posterior (LCP)?

As lesões do joelho estão entre as preocupações mais comuns tanto para atletas profissionais quanto para indivíduos ativos no dia a dia. As lesões do Ligamento Cruzado Posterior (LCP), menos comuns, se destacam pela sua complexidade e pelo impacto significativo que podem ter na estabilidade e funcionalidade do joelho.  

Neste artigo, eu viso esclarecer o que são as lesões do LCP, como elas ocorrem, seus sintomas, opções de tratamento e estratégias de prevenção. Continue lendo!

 
lp

O que é o ligamento cruzado posterior (LCP)?

O ligamento cruzado posterior (LCP) é uma estrutura que se estende desde a parte frontal do fêmur e segue para a parte posterior da tíbia. O LCP pode ser considerado como o ligamento mais resistente do joelho, já que ele serve para evitar que haja um deslocamento da tíbia para atrás do fêmur.

Imadgem2

Causas comuns de lesões do LCP

A lesão no ligamento cruzado posterior é mais difícil de ocorrer do que no ligamento cruzado anterior, localizado a sua frente, isso porque a estrutura é mais resistente e sua localização é mais segura. No entanto, existem algumas causas comuns destas lesões do LCP, e estão ligadas a traumas diretos na parte frontal da tíbia, ou seja, na frente do osso da perna, como:

  • Acidentes de trânsito: Em alguns casos, ao sofrer uma batida no trânsito, os passageiros de um carro podem colidir com o joelho dobrado na estrutura do painel do veículo, o que causa uma lesão no LCP.
  • Lesões e quedas em esportes: Por exemplo, quando um jogador de futebol cai, durante uma partida, por cima do joelho dobrado, é possível que ele sofra uma lesão no ligamento cruzado posterior.

Além disso, outros impactos como torções graves e impactos com outros jogadores também podem resultar em lesões no ligamento cruzado posterior.

Os principais sintomas e sinais da lesão do LCP

  • Sensibilidade e dor nas articulações do joelho;
  • Edema no joelho;
  • Instabilidade do joelho – sensação de que as pernas vão “ceder”;
  • Dificuldade para andar ou correr.

Diagnóstico da lesão do LCP

Um médico ortopedista especialista em joelho é o especialista mais indicado para auxiliar o paciente a obter o diagnóstico mais adequado em uma lesão do LCP. Para a avaliação, podem ser realizados:

  • História Clínica: O paciente deverá informar detalhadamente ao médico sobre os sintomas apresentados, lesões e cirurgias anteriores no joelho;
  • Exames Físicos: Nesta etapa, o ortopedista de joelho realizará algumas movimentações com o joelho para analisar se há sinais de lesão no LCP, como a partir da estabilidade do joelho;
  •  Exames de Imagem: Exames de ressonância magnética e radiografias podem ser solicitados para avaliar a condição da articulação, assim como a presença de líquido, entre outros fatores.

Tratamentos conservadores para a LCP

Os tratamentos conservadores para o ligamento cruzado posterior têm como objetivo garantir a cicatrização correta da articulação. Portanto, para isso, podem ser recomendados ao paciente algumas séries de cuidados como:

  • Uso de Muletas ou Órteses;
  • Imobilização do joelho afetado;
  • Fisioterapia;
  • Exercícios para o fortalecimento muscular.

Quando há indicação cirúrgica para a lesão do ligamento cruzado posterior?

A indicação cirúrgica para o reparo de uma lesão do LCP pode ocorrer quando o paciente não apresenta resposta aos tratamentos clínicos ou a instabilidade e outros sintomas se mantém mesmo com o tratamento.

Caso a lesão esteja associada também a fraturas em outros ligamentos, como o cruzado anterior, canto posterolateral e o colateral medial, e o paciente apresente sintomas físicos, existe também a possibilidade de indicação cirúrgica.

A indicação cirúrgica dependerá da avaliação do profissional, de acordo com as particularidades de saúde do paciente, estilo de vida e a gravidade da lesão. Sendo assim, é indispensável um bom acompanhamento médico para obter um melhor tratamento da lesão do LCP.

Qual a técnica cirúrgica utilizada para a lesão do LCP

A cirurgia adequada para a lesão do LCP dependerá do tipo de intervenção necessária para o caso e se existem outras condições a serem tratadas no mesmo procedimento, como uma lesão de menisco ou de outro ligamento.

Em alguns pacientes, a lesão do LCP causa uma avulsão óssea – em que o ligamento arranca uma grande quantidade de osso – e é preciso fazer a fixação do osso. Já a mais importante das técnicas aplicadas é a reconstrução do ligamento, feita através da artroscopia do joelho.

Quanto demora para a recuperação após uma lesão no LCP?

Depende. O tempo de recuperação total do ligamento cruzado posterior dependerá de diversos fatores, como a gravidade da lesão, as condições do paciente e o tipo de tratamento conservador ou cirúrgico.

Para pacientes que necessitarem de cirurgia para lesão do LCP, a reabilitação completa pode levar de 6 a 12 meses, já que mesmo após o procedimento, são necessárias terapias complementares, como sessões de fisioterapia.

Como é possível prevenir as lesões do LCP?

Existem algumas estratégias que podem ser utilizadas para ajudar a prevenir lesões do Ligamento Cruzado Posterior, como:

  • Fortaleça os músculos ao redor do joelho, especialmente os quadríceps, isquiotibiais e músculos do core;
  • Alongamento adequado antes de exercícios físicos e atividades esportivas;
  • Uso de equipamento de proteção adequado ao praticar esportes, como joelheiras;
  • Utilize as técnicas corretas ao realizar movimentos como pular, aterrissar e mudar de direção;
  • Mantenha um peso corporal saudável;
  • Tenha uma rotina de repouso adequado.

Quais são as possíveis complicações de uma lesão do LCP não tratada?

Caso a lesão do ligamento cruzado posterior não seja tratada adequadamente, o paciente poderá sofrer possíveis complicações como:

  • Instabilidade crônica do joelho;
  • Dores;
  • Aumento do risco de lesões adicionais;
  • Desenvolvimento de artrite no joelho.

Posso voltar a praticar esportes após uma lesão do LCP?

Sim, é possível voltar a prática de esportes após a lesão. No entanto, a liberação dependerá da aprovação do médico responsável pelo caso, levando em considerações fatores individuais do paciente como a recuperação completa do joelho e o fortalecimento muscular do atleta.

Qual lesão é pior? A do LCP ou LCA?

As lesões do LCA são mais comuns do que as lesões do LCP, especialmente em atletas. Além disso, elas requerem mais frequentemente cirurgias e podem ter um maior tempo de recuperação.

As lesões do LCP são menos comuns e muitas vezes resultam de um impacto mais direto no joelho. Nestes casos, o tratamento não cirúrgico costuma obter maiores taxas de sucesso do que no LCA. Além disso, as lesões isoladas do LCP frequentemente levam a menos instabilidade do que lesões isoladas do LCA, mas a recuperação ainda pode ser desafiadora.

Mas, ainda assim, não é possível definir qual é "pior", já que isso depende de fatores como a extensão da lesão e as necessidades individuais de cada paciente.

Quando devo buscar ajuda de um ortopedista especialista em joelho?

Você deve buscar um especialista no tratamento de lesões do joelho quando sentir alguns sinais de alerta, como dores persistentes que não melhoram com repouso, compressas ou que persistam por mais de alguns dias. Assim como inchaço significativo na região, instabilidade ou amplitude de movimento limitada.

Além disso, em casos de sons anormais ou caso você tenha sofrido com uma lesão direta no joelho, como uma queda, um golpe direto, uma torção ou se o joelho foi hiperextendido. Buscar um especialista em joelho não apenas ajudará a diagnosticar corretamente sua condição, mas também fornecerá o tratamento mais adequado para evitar complicações a longo prazo.

 

.           .           .

 

Mesmo acontecendo mais raramente, as lesões do Ligamento Cruzado Posterior podem ser um empecilho para a qualidade de vida dos pacientes acometidos, especialmente na realização de atividades esportivas.

Se você estiver notando um ou mais sintomas citados neste artigo, talvez seja hora de buscar um ortopedista especialista em joelho o mais rápido possível.

Sou o Dr. Diego Moelas, especialista em Cirurgia de Joelho e Artroscopia. Atendo em diversos hospitais de São Paulo (Hospital Sírio Libanês, Hospital Nove de Julho, Hospital Samaritano, Hospital Oswaldo Cruz, entre outros) e estou a sua disposição!